Podcasts de história

1930-1931 - História

1930-1931 - História

História Mundial 1930-1931

1930 Nazistas conquistam 107 assentos no Parlamento - (14/09/30) O Partido Nazista conquistou 107 assentos na eleição para o Reichstag alemão. O partido se tornou o segundo maior da Alemanha.
1930 Acordo Naval de Londres - (22/4/30) Grã-Bretanha, Estados Unidos e Japão assinaram um pacto naval que limitava o número de navios capitais que cada um poderia ter.
1930 Gandhi lidera revolta na Índia - (14/04/31) Em janeiro de 1930, o ditador espanhol Primo de Riverra, que havia sido apoiado pelo rei espanhol, renunciou. A agitação então aumentou para a restauração da Constituição. Em abril de 1931, o rei Alfonso deixou a Espanha sem abdicar. Em junho, realizaram-se eleições que deram à maioria republicano-socialista uma vitória convincente. Uma nova constituição foi adotada, prevendo o sufrágio universal e a separação completa entre Igreja e Estado.
1930 Chiang Kai-shek ataca comunistas - Chiang Kai-Shek iniciou a primeira de cinco campanhas militares contra os comunistas. Na primeira campanha, ele moveu-se contra os comunistas no sul de Kiangsi e em partes das províncias de Fukein e Hunan.
1930 Tarifa Hawley-Smoot - (17/06/30) Esta tarifa exigia o aumento da alíquota para até 49%. Seus apoiadores achavam que isso ajudaria a combater a Depressão. Na verdade, ajudou a garantir a duração e a profundidade da Depressão.
1930 O presidente peruano Ousted -A rebelião eclodiu no sul do Peru em agosto. Como resultado, o presidente peruano Ausgusto Leguioa foi forçado a renunciar.
1930 Revolta no Brasil - (03/11/30) Após a eleição do conservador Júlio Prestes presidente, eclodiu uma revolta nas províncias do Sul do Brasil. A revolta foi liderada por Getulio Vargas, governador do Rio Grande del Sol. Vargas tornou-se presidente.
1930 Cyclotron inventado - O Cyclotron, também conhecido como o destruidor de átomos, foi inventado por Ernest Lawrence, um físico americano da Universidade da Califórnia em Berkely. O acelerador de partículas, como também era conhecido, permitia pesquisas avançadas nas áreas de biologia e física. Em 1939, Lawrence recebeu o Prêmio Nobel de Física por seu trabalho.
1930 Lâmpada de flash introduzida - A General Electric Company lançou a lâmpada de flash para tirar fotos. Isso permitiu que as fotos fossem tiradas com pouca luz. A lâmpada do flash substituiu o flash de pó.

1931

1931 2ª República Espanhola - (14/4/31) Em janeiro de 1930, o ditador espanhol Primo de Riverra, que havia sido apoiado pelo rei espanhol, renunciou. Em abril de 1931, o rei Alfonso deixou a Espanha sem abdicar. Uma nova constituição foi adotada, prevendo o sufrágio universal e a separação completa entre Igreja e Estado.
1931 Empire State Building Inaugurado - (5/1/31) O Empire State Building em Nova York, o maior edifício do mundo, aberto ao público. O prédio tem 102 andares e 1.250 pés de altura.
1931 Wiley Post bate novo recorde mundial - (01/07/31) Em 1º de julho, Wiley Post completou um voo ao redor do mundo. O vôo durou 8 dias e 15 horas. Wiley pilotou um Lockheed Vega Monoplane, o "Winnie Mae". Wiley deixou o Roosevelt Field em 23 de junho. Sua primeira parada foi em Harbor Grace, Newfoundland. Ele também parou em Chester, na Inglaterra; Hanover e Berlim, Alemanha; Moscou, Omsk, Novosibirsk, Irkutsk, Blagoveshchensk e Khabarovsk, todos na União Soviética; Nome, Alasca; e Edmonton, Canadá. Ele então voou para Cleveland e de volta para Nova York.
1931 Ataque japonês à Manchúria - (18/09/31) Em 18 de setembro, violando todas as obrigações do tratado, o Japão ocupou a Manchúria, no nordeste da China. Seria o primeiro passo no caminho para a Segunda Guerra Mundial. A reação americana à agressão veio na forma da Doutrina Stimson. Este documento afirmava que os Estados Unidos não reconheceriam nenhum tratado que colidisse com a soberania da China.


Cronologia da História Negra: 1930–1939

Em meio à Grande Depressão e às leis de Jim Crow ao longo da década de 1930, os negros americanos continuam a fazer grandes avanços nas áreas de esportes, educação, artes visuais e música. Esta década vê muitos livros e romances revolucionários publicados e a formação de várias organizações e instituições negras importantes.

7 de abril: Uma das primeiras galerias de arte a apresentar arte negra é aberta ao público na Howard University. Fundada por James V. Herring, um negro americano, a Howard University Gallery of Art é a primeira desse tipo e sua primeira exposição faz tanto sucesso que uma coleção permanente é criada. Desde o estabelecimento do departamento de arte da universidade em 1928, Herring tem dirigido a visão artística do departamento e, desde então, usado-a para dar uma plataforma à arte negra. Herring tem uma palavra a dizer em todos os trabalhos apresentados e uma mão na carreira de muitos artistas negros emergentes que passam pela Howard University, incluindo Alma Thomas e David Driskell. Herring é um defensor de quebrar as fronteiras raciais dentro da arte em vez de exibir apenas a arte negra, e assim apresenta o trabalho de artistas negros e não negros juntos em suas galerias. Ele sente que manter a arte negra da arte separada apenas acrescenta à narrativa que a arte negra não é igual à arte branca e que as semelhanças devem ser celebradas.

4 de julho: O movimento islâmico negro conhecido como Nação do Islã (NOI) é estabelecido em Detroit, Michigan, por Wallace Fard Muhammad. Em quatro anos, Elijah Muhammad assume o controle do movimento religioso após a aposentadoria de Wallace Fard Muhammad, mudando sua sede para Chicago. O objetivo deste grupo religioso negro radical é melhorar a vida dos negros americanos, ajudando-os a alcançar a independência, a paz e a unidade uns com os outros. Poucos anos depois de sua fundação, a NOI adquire muitos seguidores. Mas porque o grupo apóia as ideias nacionalistas negras, incluindo a separação dos negros do resto da sociedade e promove ideologias anti-semitas e anti-brancas, este grupo também ganha muitos críticos, incluindo negros americanos que veem este movimento como prejudicial aos direitos civis movimento.

Walter White como Secretário da NAACP: A Associação Nacional para o Progresso das Pessoas de Cor (NAACP) contrata Walter White como seu secretário executivo. Com White nesta função, a organização se torna mais eficaz em expor e reduzir a discriminação racial. Ele implementa táticas de campanha mais agressivas, incluindo protestos e lobby contra políticos e outros americanos de elite, estratégias que tornam a organização mais poderosa do que nunca. White também teve sucesso na arrecadação de fundos para a NAACP, liderando campanhas legais e apoiando muitos artistas negros durante a Renascença do Harlem.

Importante para o sucesso de White é o fato de ele ser um homem negro cuja pele mais clara faz com que ele seja freqüentemente confundido com branco. Ele usa isso a seu favor para se aproximar de pessoas brancas poderosas e investigar casos de violência contra pessoas negras, como linchamentos e tumultos. Ele expõe informações sobre mais de oito distúrbios raciais e 40 linchamentos adquiridos nessas investigações e traz essas injustiças contra os negros ao público.

Sinfonia nº 1 "Afro-americana": O compositor sinfônico William Grant Still se torna o primeiro negro americano a ter sua música tocada por uma grande orquestra. Sua peça, "Symphony No. 1 'Afro-American,'" é composta em 1930, executada pela Filarmônica de Rochester em 1931, e quatro anos depois executada pela Filarmônica de Nova York no Carnegie Hall. A sinfonia apresenta elementos de jazz e blues e é comparada a um espiritual negro. A música de Still celebra a cultura negra e retrata as provações e tribulações que os negros americanos enfrentaram ao longo dos séculos, incluindo a escravidão e a discriminação.

25 de março: Em março, nove jovens negros - um dos quais tem apenas 13 anos e o mais velho 20 - são acusados ​​de estuprar duas mulheres brancas em Scottsboro, Alabama. Eles passam a ser conhecidos como os meninos de Scottsboro. Os meninos são encontrados andando de trem ilegalmente e levados sob custódia pela polícia, que convence duas mulheres brancas, Victoria Price e Ruby Bates, a alegar que os meninos os estupraram. As jovens fazem alegações falsas provavelmente porque não querem que seja revelado que elas também estavam viajando de trem ilegalmente, mas Price é uma testemunha muito mais disposta do que Bates, que diz muito pouco durante o julgamento. Os nove jovens negros são Andrew Wright, Leroy Wright, Charlie Weems, Clarence Norris, Eugene Williams, Haywood Patterson, Olen Montgomery, Ozie Powell e Willie Roberson. O caso deles começa em 6 de abril e eles são rapidamente condenados pelos crimes e condenados à morte Leroy Wright, o mais jovem, à prisão perpétua. Samuel Leibowitz é o advogado de defesa e trabalha de graça.

O caso dos Scottsboro Boys rapidamente recebe atenção nacional, graças aos esforços de várias organizações e manifestantes que lutam por sua liberdade. A NAACP e o Partido Comunista Americano, particularmente a Defesa do Trabalho Internacional, se unem para formar o Comitê de Defesa de Scottsboro. Esse comitê garante que o caso seja mantido o mais público possível e que os Estados Unidos entendam que o racismo está em jogo. Em 1933, Bates testemunhou que ela e Price nunca haviam sido estuprados e ela se junta à luta para libertar os meninos. Em 1937, quatro dos meninos são libertados. Ao longo dos próximos anos, os cinco restantes estão em liberdade condicional ou escapam da prisão.

Estudo Tuskegee: Um estudo de 40 anos começa em Tuskegee, Alabama, testando o impacto da sífilis em 600 homens negros. Trezentos e noventa e nove dos homens têm sífilis e 201 não. O "Estudo Tuskegee de sífilis não tratada no homem negro" ou o Experimento de Sífilis Tuskegee é estabelecido pelo Serviço de Saúde Pública dos EUA em parceria com a Universidade Tuskegee. Os homens nunca são informados de que têm a doença ou do verdadeiro propósito do estudo, que não é ajudá-los, mas examinar os efeitos da sífilis em estágio avançado que não foi tratada. Como os participantes são enganados sobre o objetivo do experimento e mentem sobre seu tratamento, o estudo, realizado sem seu consentimento informado, é um dos experimentos mais flagrantemente antiéticos já realizados. O estudo dura 40 anos.

Os participantes são informados de que estão sendo tratados para "sangue ruim" e compensados ​​por sua participação com alimentação gratuita e exames médicos, mas nenhum recebe tratamento adequado para sua sífilis, mesmo quando se descobre que a penicilina é altamente eficaz no tratamento da doença. São administrados apenas placebos e métodos já sabidamente ineficazes e / ou tóxicos, além de procedimentos diagnósticos não terapêuticos, como punção lombar, que os médicos chamam de tratamentos para que os pacientes concordem. Os médicos estão cientes dos perigos das infecções por sífilis não tratada, que incluem complicações cardíacas e paralisia, entre muitas outras coisas, após alguns anos de experimento, mas eles continuam o experimento. Este estudo representa o problema generalizado do racismo na área médica e faz com que muitos negros americanos desconfiem das intenções dos profissionais médicos. Quando o experimento foi finalmente encerrado em 1972, a maioria dos participantes transmitiu a sífilis aos seus parceiros e a transmitiu aos filhos e muitos morreram de problemas de saúde relacionados à sífilis não tratada.

"Pegue Minha Mão, Precioso Senhor": Thomas Dorsey, conhecido como o "pai da música gospel afro-americana", escreveu "Take My Hand, Precious Lord". Seu trabalho une gospel e blues, dois gêneros notáveis ​​na cultura negra, e se torna uma das principais influências no gênero incipiente do blues gospel. Ele também influencia a forma como a música gospel é executada, encorajando os membros do coro a moverem seus corpos e dançarem enquanto executam e interpretam composições musicais livremente.

Los Angeles Sentinela: Leon H. Washington publica Sentinela em Los Angeles. Este jornal semanal negro é o maior jornal de propriedade negra do país e também uma das publicações negras mais antigas.

Savage Studio of Arts and Crafts: A escultora Augusta Savage abre o Savage Studio of Arts and Crafts no Harlem, Nova York. Este é o maior centro de arte dos Estados Unidos. Savage se torna a primeira mulher negra a ingressar na Associação Nacional de Mulheres Pintoras e Escultoras. Seu trabalho homenageia os negros americanos - alguns artistas e músicos, alguns políticos e líderes e outras pessoas comuns - e os retrata autenticamente e com grande detalhe. Ao longo de sua carreira, Savage esculpe bustos de Marcus Garvey, nacionalista negro e fundador da Universal Negro Improvement Association, e W.E.B. DuBois, escritor e ativista dos direitos civis. Uma das esculturas mais famosas de Savage, Gamin, retrata um menino negro, seu sobrinho, com traços realistas, uma prática relativamente atípica tanto no estilo quanto no tema. Crianças negras veem sua escultura e apreciam finalmente ver uma arte que se parece com elas.

Coleção Donaldson / Getty Images

Ao longo deste caminho:James Weldon Johnson publica sua autobiografia, "Along This Way." Johnson, um escritor e ativista por toda a vida e secretário executivo da NAACP de 1920 a 1930, escreve sobre suas experiências como negro americano e a discriminação que enfrentou por causa disso em sua vida pessoal e carreira. Depois de se aposentar da NAACP, Johnson tornou-se professor na Fisk University em 1932 e o primeiro professor negro na New York University em 1934. Outros trabalhos publicados por Johnson incluem "The Autobiography of an Ex-Colored Man", "God Trombones: Seven Negro Sermons in Verse, "" Fifty Years and Other Poems "e" Book of American Negro Poetry ". Johnson juntou-se a figuras proeminentes da Renascença do Harlem, incluindo Zora Neale Hurston, Louis Armstrong e Langston Hughes e passou a representar o intelectualismo negro.

Má educação do negro:O historiador Dr. Carter G. Woodson publica "Mis-education of the Negro". O Dr. Woodson, um educador desde 1903, tem paixão por melhorar o sistema educacional do país para os negros americanos. Este livro detalha tudo o que ele vê de errado na maneira como o sistema educacional americano educa, ou "educa mal", os alunos negros. Em particular, ele critica a forma como as escolas reprovam os alunos negros por não levarem em consideração seus ambientes e experiências como negros americanos ao ensiná-los. Essa abordagem, argumenta o Dr. Woodson, é um desserviço aos estudantes negros porque os desencoraja de abraçar sua cultura e história e os condiciona a sentir que a única maneira de ter sucesso é ser mais como os brancos e fazer o que lhes é dito. O livro do Dr. Woodson fornece informações valiosas sobre as maneiras pelas quais a nação poderia melhorar seu tratamento dos negros americanos e ativistas negros para trabalhar fazendo lobby por práticas educacionais mais inclusivas e eficazes. Os outros livros do Dr. Woodson, muitos dos quais discutem tópicos apresentados em "Má-educação do Negro", incluem "A Educação do Negro Antes de 1861" e "O Negro em Nossa História".  

Dr. W.E.B. Du Bois sai da NAACP: Dr. W.E.B. Du Bois se demite da NAACP. Ele serviu como diretor de publicidade e pesquisa da organização e como membro do conselho de diretores de 1910 a 1934. Dr. Du Bois, que ajudou a fundar a NAACP, também dirige a publicação mensal da organização, A crise. Ele toma a decisão de deixar a NAACP quando seu crescente interesse pelo marxismo, nacionalismo africano e abordagens mais radicais para combater o racismo não se alinham mais com o desejo da organização de alcançar igualdade para os negros americanos por meio de advocacy e avanços legislativos.

'Jonah's Gourd Vine': A antropóloga Zora Neale Hurston publica seu primeiro romance, "Jonah's Gourd Vine." Hurston é inseparável da Renascença do Harlem e ela ganha muitos elogios e reação por seu trabalho, que desafia as normas sociais. Ela escreve quase exclusivamente sobre os negros americanos, e o faz sem esconder aspectos de suas identidades ou das lutas que enfrentam. "Jonah's Gourd Vine" é o primeiro de muitos romances que ela escreveria e conta a história de um jovem casal de negros. Este romance incorpora elementos da cultura negra do sul, como práticas de hoodoo, e Hurston escreve de forma realista sobre a vida de um negro americano em uma comunidade dominada pelo racismo. Ela escreve em Black Vernacular English e sua vontade de retratar os negros americanos genuinamente é sem precedentes e ultrapassa os limites estabelecidos pelos escritores antes dela. Seus romances e peças de teatro, com o uso do folclore e de temas culturais negros, contribuem, em pequena medida, para uma maior aceitação dos negros americanos na sociedade pelos brancos.

Jornal Afro / Gado / Getty Images

Orquestra Count Basie: O pianista Count Basie cria a Count Basie Orchestra, que se torna uma das bandas mais populares da era do swing. Basie e seu grupo vêm para definir o som de big band e popularizar o gênero jazz. Ele grava com outros músicos negros proeminentes, incluindo Dizzy Gillespie e Ella Fitzgerald.

Fevereiro-abril: O Supremo Tribunal dos Estados Unidos decide em Norris v. Alabama que um réu tem direito a um julgamento por um júri de seus pares. Essa decisão anula a condenação inicial dos Scottsboro Boys, que foi proferida por um júri totalmente branco. Após investigação, o tribunal descobre que os negros americanos nunca foram nomeados jurados no condado onde os julgamentos ocorreram e considera a exclusão deliberada de candidatos qualificados com base na raça como inconstitucional. Esta decisão não apenas afeta o resultado do caso Scottsboro, revertendo a decisão feita pelo júri original, mas também impacta o sistema judicial dos Estados Unidos, forçando os funcionários a considerar a importância da diversidade e inclusão no sistema judicial dos EUA.

Julho: O Sindicato dos Fazendeiros Inquilinos do Sul (STFU) é estabelecido pelo Partido Socialista para ajudar os meeiros do sul na luta por melhores salários e condições de trabalho. Meeiros e fazendeiros arrendatários estão sendo explorados por proprietários de terras e fazendeiros e recebem salários justos, às vezes até mesmo expulsos por pouco ou nenhum motivo. O sindicato é formado por 11 homens brancos e sete negros que se sentem em desvantagem como agricultores. O STFU é um dos primeiros sindicatos a ser totalmente integrado, e é esse fato, bem como os laços socialistas da organização que atraem a atenção negativa. Muitos ataques ocorrem durante as reuniões sindicais, alguns com base na raça e outros com base no medo do partido comunista. As mulheres podem assistir a alguns encontros, o que também faz com que este sindicato se destaque.

5 de dezembro: Dra. Mary McLeod Bethune estabelece o Conselho Nacional de Mulheres Negras, reunindo mais de 28 líderes de organizações nacionais de mulheres. Este é o primeiro conselho nacional formado por organizações de mulheres negras. Como mulheres negras acostumadas a enfrentar a discriminação e serem excluídas da política, os membros deste conselho se reúnem para se defender e alcançar a igualdade em uma sociedade que as prejudica tanto pela cor da pele quanto pelo gênero. O Dr. Bethune escolhe Washington, D.C., para a sede do conselho. Coretta Scott King é um dos membros. O grupo patrocina esforços com o objetivo de equipar os negros americanos com conhecimentos sobre como melhorar sua qualidade de vida e faz lobby para que os políticos obtenham tudo, desde a diversidade na Casa Branca até a abolição das taxas eleitorais destinadas a privar os eleitores negros.

Divisão de Assuntos Negros: O Dr. Bethune é nomeado Diretor da Divisão de Assuntos Negros da Administração Nacional da Juventude. Ela é a primeira mulher negra a receber uma nomeação presidencial e é a mulher negra de mais alto escalão em um cargo administrativo na administração do presidente Theodore Roosevelt. Esta filial tem parceria com universidades, políticos e empresários para ajudar a preparar as mulheres negras para o mercado de trabalho. Milhares de meninas e mulheres negras participam de programas organizados por Bethune, ganhando dinheiro durante seu treinamento profissional e melhorando suas comunidades com o apoio a setores essenciais como saúde e educação. Estima-se que 300.000 jovens negras passam por este programa.

Sífilis e seu tratamento:O Dr. William Augustus Hinton se torna o primeiro negro americano a publicar um livro quando escreve Sífilis e seu tratamento. Em 1929, Hinton desenvolveu um teste de sangue para diagnosticar a sífilis que foi considerado superior aos testes existentes - incluindo Wassermann e Sigma - porque fornecia resultados mais precisos e era mais fácil de administrar. Este livro discute as descobertas de Hinton após anos de pesquisa sobre a sífilis. O trabalho de Hinton tem um impacto profundo no campo da medicina e seu livro ganha o respeito de muitos profissionais médicos e acadêmicos. Dessa forma, ele ajuda a provar as capacidades dos negros americanos. No entanto, nem todos os membros da comunidade científica reconhecem suas realizações ou o levam a sério como profissional porque ele é negro, e Hinton se esforça para superar as provações apresentadas por sua raça ao longo de sua carreira.

Primeiro Juiz Federal Negro: William H. Hastie é nomeado pelo presidente Roosevelt como o primeiro juiz federal negro. Hastie atua no banco federal nas Ilhas Virgens dos EUA. A decisão de Roosevelt de nomear um juiz negro é motivada por seu desejo de replicar o sucesso dos judiciários negros nomeados pelos britânicos para as Índias Ocidentais. Ele acredita que nomear um negro para um cargo judicial nas Ilhas Virgens, onde a população é predominantemente negra, será benéfico para os constituintes. Hastie é juiz aqui até 1939.

Agosto: Jesse Owens ganha quatro medalhas de ouro nas Olimpíadas de Berlim. Sua conquista frustra o plano de Adolf Hitler de usar as Olimpíadas para demonstrar a "Supremacia Ariana" para o mundo. Quando Owens, um homem negro, vence, ele prova que os negros são capazes de enfrentar os atletas brancos. Muitos acham que sua participação nas Olimpíadas deste ano foi perigosa sob a liderança de Hitler, e o diretor da NAACP, Walter White, pediu a Owens que não participasse. Owens, no entanto, sentiu que era importante representar os negros americanos nos esportes e foi, apesar do perigo representado por ser negro sob o regime racista de Hitler.

Arquivo Hulton / Imagens Getty

Grupo de Dança Negro: Katherine Dunham forma o Negro Dance Group. O grupo de Dunham executa dança afro-caribenha e executa rotinas que retratam contos populares e elementos da herança negra. Dunham revoluciona a dança de concerto moderna ao incorporar mensagens raciais em sua coreografia e introduzir interpretações ousadas e rítmicas que não eram o padrão da dança de inspiração europeia naquela época.

22 de junho: Joe Louis vence o campeonato de pesos pesados ​​contra James J. Braddock em Comiskey Park, em Chicago. Isso o torna o primeiro campeão negro dos pesos pesados. Isso é visto como uma pequena vitória para os negros americanos na busca pela igualdade, porque a realização de um homem negro é amplamente divulgada.

18 de setembro: Zora Neale Hurston publica o romance "They Eyes Were Watching God"."Este livro sobre uma jovem mulher negra em busca de amor enquanto navega pela dor é indiscutivelmente sua obra mais famosa e influente e toma seu lugar como um dos produtos mais prodigiosos da Renascença do Harlem. O romance é rico em referências culturais negras e aborda questões como o racismo no sul. No entanto, não é bem recebido por muitos leitores negros que acham que o retrato de Hurston dos negros americanos está repleto de estereótipos raciais e carente de profundidade, talvez com o propósito de apaziguar os leitores brancos. Entre aqueles que criticam o romance dessa forma são Alain Locke e Richard Wright.O romance vende menos de 5.000 cópias em seus primeiros 30 anos.

Outubro: A Irmandade de Carregadores e Maids Sleeping Car assina um acordo coletivo de trabalho com a Pullman Company. Esse contrato aumenta os salários dos ferroviários, reduz suas horas de trabalho e melhora suas condições de trabalho.

George Rose / Getty Images

Primeira mulher negra a se tornar deputada estadual: Crystal Bird Fauset se torna a primeira mulher negra eleita para uma legislatura estadual. Ela é escolhida para a Câmara dos Representantes da Pensilvânia, que é composta por dois terços de representantes brancos. Nessa função, ela apresenta nove contas. Fauset também é responsável por fundar a divisão das mulheres negras do Comitê Nacional Democrata, conhecida como Clube de Atividades das Mulheres Coloridas, e o Conselho das Nações Unidas da Filadélfia.

Fevereiro: Jacob Lawrence estreia seu trabalho em uma exposição no Harlem YMCA. Lawrence retrata a vida de uma pessoa negra de muitas maneiras e pinta figuras históricas negras, incluindo Harriet Tubman e Frederick Douglass. Lawrence acredita que há beleza em superar as dificuldades e opta por pintar os negros, que há séculos suportam a escravidão e a opressão, por esse motivo. Seu estilo único é uma forma de cubismo, e seu trabalho é rapidamente elevado a um nível de reconhecimento nacional. Algumas de suas obras mais notáveis ​​incluem "A Vida de Toussaint L'Ouverture", "A Migração do Negro" e "Harlem."  

Arquivo Hulton / Imagens Getty

Black Actors Guild of America: O Negro Actors Guild of America ou Black Actor's Guild é fundado por Fredi Washington, Ethel Waters e outros em associação com a Theatre Authority, uma organização sem fins lucrativos que organiza esforços de bem-estar para artistas. O sapateador Bill "Bojangles" Robinson é nomeado presidente honorário do grupo. Esta organização foi formada para mudar positivamente a maneira como os negros americanos são retratados na mídia, fornecer suporte a artistas pobres e educar o público sobre como trabalhar como artistas negros. O ator negro, um jornal trimestral, é publicado principalmente para realizar o último.

Primeira mulher negra a se tornar juíza: Jane M. Bolin é nomeada para o tribunal de relações domésticas da cidade de Nova York. Essa nomeação a torna a primeira mulher negra a se tornar juíza nos Estados Unidos.

9 de abril: Marian Anderson canta no Lincoln Memorial para 75.000 pessoas no Domingo de Páscoa. Isso é significativo para a carreira de Anderson porque ela teve muitas reservas negadas ao longo dos anos devido ao racismo e Eleanor Roosevelt a presenteou com a NAACP Spingarn Medal este ano também.


Aniversários na História

Aniversários 1 - 100 do 335

    Gaafar Muhammad Nimeiry, premier / presidente (Sudão) Marcel Dubé, dramaturgo de Quebec Edward Galven Givens Jr., Major USAF / astronauta, nascido em Quanah, Texas (falecido em 1967) Denis Pitts, jornalista inglês Ron Mulock, política australiana Jennifer Johnston, irlandesa autor (santuário do tolo), nascido em Dublin, Irlanda Roman Cieślewicz, artista polonês francês, designer gráfico, nascido em Lwów, Polônia (falecido em 1996) Norman Podhoretz, neoconservador americano (NY Post), nascido no Brooklyn, Nova York Clarence Ray Allen, assassino americano, nascido em Blair, Oklahoma (falecido em 2006)

Buzz Aldrin

20 de janeiro Buzz Aldrin, astronauta e piloto de caça americano (Gem 12, Ap 11), nascido em Montclair, Nova Jersey

    Valentin Ignatyevich Filatyev, cosmonauta russo Derek Walcott, poeta caribenho (Omeros), Prêmio Nobel de Literatura 1992, nascido em Castries, Santa Lúcia (m. 2017) William Reid Pogue, piloto de caça e astronauta americano (Skylab 4), nascido em Okemah, Oklahoma (m. 2014) Bernard Matthews, criador de perus inglês (Bernard Matthews Farms), nascido em Brooke, Inglaterra (m. 2010) Tanya Savicheva, diarista russa, nascida em Dvorišče (m. 1944) AN Solomons, presidente do banco britânico (Singer & amp Friedlander) Anne Macfarlane, Mestre (Tribunal de Proteção) Esteban Edward Torres, político americano (Rep-D-CA, 1983-99), nascido em Miami, Arizona Roger Sims, MP britânico David Morris, MEP britânico Samuel J. Byck, Tentativa de assassino americano de Richard Nixon, nascido na Filadélfia, Pensilvânia (m. 1974) Frank O'Bannon, político americano (governador de Indiana, 1997-2003), nascido em Louisville, Kentucky (m. 2003) Peter Tapsell, MP britânico Shahabuddin Ahmed, Presidente de Bangladesh, Mario Beaulieu, político de Quebec (falecido em 1998 ) Gillian Ayres, pintora abstrata e gravurista britânica, nascida em Barnes, Londres (m. 2018) Arlan Stangeland, (Rep-R-MN, 1977-1991), (m. 2013) James Deetz, antropólogo americano (m. 2000) Garner Ted Armstrong, evangelista americano (m. 2003) Roy De Forest, American Painter ( d. 2007) Arlen Specter, senador americano (republicano-PA, 1981-2011), nascido em Wichita, Kansas (d. 2012) Ernst Fuchs, artista austríaco Duncan Montgomery Stewart, diretor (Lady Margaret Hall-Oxford) CF Payne, britânico chefe de polícia, nascido em Cleveland, Ohio Frederick & quotFred & quot Cuming, pintor britânico, nascido em Londres Ruth Rendell, escritora de suspense inglesa (romances do Inspetor Wexford), nascido em South Woodford, Essex Theodore C Freeman, Haverford Penn, capit USAF / astronauta Gahan Wilson, Autor e cartunista americano conhecido como & quotMichelangelo of the Macabre & quot, nascido em Evanston, Illinois (falecido em 2019) [1] John Frankenheimer, diretor americano (Birdman of Alcatraz), nascido em NYC, New York Bill Walker, parlamentar britânica Elizabeth Adams, madame Jules van Neerven, economista e editora holandesa (Limbourg Daily), bo rn em Eindhoven, Holanda James McGarrell, pintor americano, nascido em Indianápolis, Indiana Jef Geeraerts, escritor flamengo (Black Venus) Erica Pedretti, escritor Wendy Beckett, freira sul-africana britânica e crítica de arte de TV, nascida em Joanesburgo, África do Sul (d. 2018) Paul von Ragué Schleyer, químico americano Peter Stone, escritor americano (falecido em 2003) Leon Cooper, físico americano que co-desenvolveu a teoria da supercondutividade BCS (Nobel 1972), nascido no Bronx, Nova York Bruce Dawe, poeta australiano Jan van Noor, membro holandês da 2ª Câmara (CDA) Heiner Geißler, político alemão Ion Iliescu, presidente da Romênia Anthony Armstrong-Jones [Lord Snowdon], fotógrafo britânico e marido da princesa Margaret, nascida em Londres, Inglaterra (d. 2017) Harry Aarts, político holandês e membro da 2ª câmara (CDA), nascido em 's-Hertogenbosch, Holanda David Gentleman, designer / pintor Antony Acland, reitor de Eton / embaixador britânico (nos EUA) Robin Cavendish, ativista inglês pelos deficientes, nascido em Middleton (falecido em 1994) Zhores Alferov, físico soviético-russo (Prêmio Nobel de Física de 2000), nascido em Vitebsk, União Soviética (falecido em 2019) James Benson Irwin, Col USAF / astronauta (Apollo 15), nascido em Pittsburgh, Pensilvânia Lynden Pindling, 'Pai da Nação' das Bahamas Primeiro Ministro das Bahamas (1967-92), nascido em Nassau, Bahamas (falecido) 2000) Pat Robertson, televangelista americano e magnata da mídia (clube 700, candidato presidencial-R-1989), nascido em Lexington, Virginia Derek Bok, advogado e educador americano (presidente da Universidade de Harvard), nascido em Bryn Mawr, Pensilvânia Gregory Corso, Poeta beat americano (Happy Birthday of Death, Long Live Man), nascido na cidade de Nova York (m. 2001)

Sandra Day O'Connor

Mar 26 Sandra Day O'Connor, American 1st woman Supreme Court Justice (1981- 2006), born in El Paso, Texas

    Bob den Uyl, Dutch journalist and writer (Bird Watching), born in Rotterdam, Netherlands (d. 1992) Amelia Rosselli, Italian poet, born in Rome (d. 1996) George Bruce, British portrait painter, born in London Hugh Seymour, 8th Marquess of Hertford (d. 1997) Lord Browne-Wilkinson [Nicolas Christopher Henry Browne-Wilkinson], Senior Lord of Appeal in Ordinary (UK)

Helmut Kohl

Apr 3 Helmut Kohl, German chancellor (West Germany, 1982-90, unified Germany, 1990-98), born in Ludwigshafen, Weimar Republic (d. 2017)

    Lawton Chiles, U.S. Senator from Florida (1971-89) and Governor of Florida (1991-98), born in Lakeland, Florida (d. 1998) Max Frankel, American journalist (Tables of Id of Organic Compounds), born in Gera, Germany Julien Van Remoortere [Piet Mortelman], Flemish writer (Fist), born in Beveren, Belgium (d. 2018) Mary Moore, English principal (St Hilda's College, Oxford) (d. 2017) Carlos Hugo of Bourbon-Parma, Duke of Parma F. Albert Cotton, American chemist, born in Philadelphia Pennsylvania (d. 2007) Nathaniel Branden, Canadian-American psychotherapist, born in Brampton, Ontario, Canada (d. 2014) Hugh Morton, Baron Morton of Shuna, Scottish lawyer and judge, born in Mukden, Manchuria, China (d. 1995) Dolores Huerta, American civil rights activist (co-founded United Farm Workers), born in Dawson, New Mexico Clive Exton, British scriptwriter and playwright, born in Islington, London James Ferman, American director and secretary (British Board of Film Classification), born in New York (d. 2002) Joseph Burnett-Stuart, CEO (Robert Fleming Holdings) Nicholas F. Brady, American politician and U.S. Secretary of Treasury (1988-93), born in NYC, New York Bill Hefner, American politician, Democratic U.S. Congressman from North Carolina, born in Elora, Tennessee (d. 2009) Anton LaVey, American founder of the Church of Satan, born in Chicago, Illinois (d. 1997) Patrick Edmund Pery, 6th Earl of Limerick, Irish peer and public servant, born in London Louw de Graaf, Dutch Assistant Secretary of Social Affairs (VDA) Manuel Neri, American sculptor (life-size figurative sculptures), born in Sanger, California Jeremiah Harman, British Judge "the kicking Judge", born in Kensington, London George Gekas, American politician (Rep-R-PA, 1983-2003), born in Harrisburg, Pennsylvania Elijah Barayi, head of South Africa union centre (COSATU), born in Lingelihle, Eastern Cape (d. 1994) Vigdís Finnbogadóttir, 4th President of Iceland (1980-96), born in Reykjavík, Iceland Don Tyson, American businessman, founder of Tyson Foods, born in Olathe, Kansas (d. 2011) Michael Bowen, British Roman Catholic Archbishop (Southwark), born in Gibraltar Paul Mazursky, American writer/director (Moscow on the Hudson), born in Brooklyn, New York, (d. 2014) James Baker, American Secretary of the Treasury (1985-88), Secretary of State (1989-92), born in Houston, Texas Raoul de Keyser, Flemish painter, born in Deinze, Belgium (d. 2012) Richard Riordan, mayor of Los Angeles (R, 1993-2001), born in NYC, New York Marco Pannella, Italian politician and activist, born in Teramo (d. 2016)
  • Previous
  • 1

Circa 1930 City Directories Available at NARA

This page lists microfilmed city directories available at National Archives Building, 700 Pennsylvania Ave., N.W., Washington, DC 20408-0001, and at Regional Facilities in major cities around the country.

This microfilm is NOT available for sale from NARA.

Part 2: Index to States

Part 3: List of Directories

Anniston 1926, 1929, 1931
Birmingham 1929-1932
Gadsden
Includes Alabama City & Attalla
1912-1917, 1927-1928, 1931
Mobile
Includes Allensville, Crichton, Chickasaw, Prichard, Spring Hill, Toulminville, Whistler
Douglas
Includes Pirtleville
1915-1916, 1921, 1923, 1926, 1928-1929
Fénix 1929-1932, 1935
Tucson 1927-1931
CidadeAnos
El Dorado 1927-1930, 1935
Fort Smith 1911, 1930
Hot Springs 1926, 1928, 1930, 1935
Pedra pequena
Includes North Little Rock, Park Hill, Rose City, Baring Cross, Levy, Sylvan Hills, Kellogg Acres, Gribbles Addition

Pedra pequena
Includes Park Hill, Rose City, Baring Cross, Levy, Sylvan Hills, Kellogg Acres, Gribbles Addition

Cidade Anos
Alhambra
Includes El Monte, Monterey Park, Rosemead, San Gabriel, Temple City. Wilmar
1930-1931
Bakersfield 1927-1932
Chico
Includes Oroville, Durham, Gridley
1927-1931, 1933-1935
Eureka
Includes Humboldt County
1928-1930
Fresno 1928-1932
Imperial Valley
Includes Brawley, Calexico, Calipatria, El Centro, Heber, Holtville, Imperial, Niland, Westmoreland
1926, 1928, 1930, 1933
Long Beach 1929-1932
Los Angeles 1928-1932
Marysville
Includes Yuba City, Yuba-Sutter
1922-1923, 1925, 1927, 1929, 1931-1932, 1934
Merced-Madera
Includes Atwater, Chochilla, Livingston
1914, 1917, 1920, 1922, 1926-1931, 1935
Modesto
Includes Stanislau County, Turlock
1928-1933
Napa
Includes Calistoga, St Helena, Sanitarium, Napa County
1925-1931, 1933, 1935
Oakland
Includes Alameda, Berkeley, Emeryville, Piedmont
1930
Orange County
Includes Anaheim, Fullerton, Placentia, Brea, La Habra, Buena Park, Stanton, Los Alamitos, Yorba Linda, Atwood, Richwood, Cypress, Santa Ana, Orange, Olive, El Modena, Huntington Beach, Balboa, Balboa Island, Newport Beach, Seal Beach, Tustin, Garden Grove, Westminster, San Clemente, Delhi, Sunset Beach, Laguna Beach, Capistrano Beach, San Juan Capistrano, Irvine, El Toro, Costa Mesa, Corona Del Mar

Orange County

Includes Anaheim, Fullerton, Placentia, Brea, La Habra, Buena Park, Stanton, Los Alamitos, Yorba Linda, Atwood, Richwood, Cypress, Santa Ana, Orange, Olive, El Modena, Huntington Beach, Balboa, Balboa Island, Newport Beach, Seal Beach, Tustin, Garden Grove, Westminster, San Clemente, Delhi, Sunset Beach, Laguna Beach, Capistrano Beach, San Juan Capistrano, Irvine, El Toro, Costa Mesa, Corona Del Mar, Dana Point, Midway City

Pasadena
Includes Altadena, Flint Ridge, Lamanda Park

Sacramento
Includes North Sacramento

San Diego
Includes Chula Vista, Coronado, El Cajon, Escondido, La Jolla, La Mesa, National City, Oceanside, Vista

CidadeAnos
Boulder
Includes Allen's Park, Broomfield, Cardinal, Caribou, Crisman, Eldora, Eldora Springs, Gold Hill, Gorham, Hawthorne, Gygiene, Jamestown, Lafayette, Louisville, Lyons, Nederland, Niwot, Peaceful Valley, Salina, Sugar Loaf, Sunset, Superior, Tungsten, Wall Street, Ward
1926, 1928, 1930, 1932
Colorado Springs
Includes Manitou, Pikes Peak
1929-1931
Denver 1929-1931
Grand Junction
Includes Mesa County
1930-1932, 1935
Pueblo 1925, 1927, 1929-1932
Trinidad
Includes Las Animas County
1929, 1931, 1935

CONNECTICUT

CidadeAnos
Ansonia
Includes Derby, Shelton, Seymour
1928-1933
Berlim
Includes Cromwell, Rocky Hill
1914, 1922, 1930
Branford 1904, 1909, 1917, 1920, 1925-1926, 1928, 1930, 1932
Bridgeport
Includes Easton, Fairfield, Monroe, Southport, Stratford, Trumbull, Weston
1929-1932
Bristol
Includes Plainville, Terryville
1927-1932
Canaan
Includes East Canaan, North Canaan
1923-1931
Danbury
Includes Bethel
1927-1932
Darien
Includes Noroton, Noroton Heights, New Canaan

Greenwich
Includes: Cos Cob, Glenville, Riverside, Old Greenwich, Sound Beach, Byram, Mianus, East Port Chester

1918-1919, 1921-1924, 1926, 1928, 1930, 1932, 1934-1935

Hartford
Includes West Hartford, East Hartford, Wetherfield, Windsor, Bloomfield, Newington

New Haven
Includes West Haven, Hamden , East Haven, North Haven


Jan. 5, 1931: Lemon Grove Incident

On Jan. 5, 1931, Mexican-American students were barred from attending their local elementary school. The parents took the school district to court.

Read about the organizing and the court case in the article below, followed by a documentary film.

Lemon Grove Grammar School, c. 1928. Robert Alvarez, plaintiff in “The Lemon Grove Incident,” is in the third row at far left.

[Some of] the earliest court cases concerning school desegregation occurred in the Southwest and California in the 1930s. In these cases Mexican immigrants and their communities were the targeted groups of segregation by school officials. A case of particular importance occurred in San Diego County during the 1930s, in the then rural community of Lemon Grove.

On January 5, 1931, Jerome T. Green, principal of the Lemon Grove Grammar School, acting under instructions from the school trustees, stood at the door and admitted all pupils except the Mexican students. Principal Green announced that the Mexican children did not belong at the school, could not enter, and instructed them to attend a two room building constructed to house Mexican children.

Dejected, embarrassed and angry, the Mexican children left the school and returned home. Instructed by their parents, they refused to attend the so-called new school that had been built for them. In the words of students of the time “It wasn’t a school. It was an old building. Everyone called it ‘La Caballeriza'” (the barnyard).

This was a turn of events that the school board had not counted upon. The board expected the Mexican children and families to act docile, follow orders, and attend the new school. The Mexican parents rallied together and through the Mexican Consulate, acquired legal counsel and support. The school incident became a test case of the power of the District Attorney and the school board to create a separate school for Mexican children . . .

This case, Roberto Alvarez v. the Board of Trustees of the Lemon Grove School District, was the first successful school desegregation court decision in the history of the United States. It is important in San Diego and U.S. history, not solely because it occurred but because the community took court action and won the case they established the rights of their children to equal education, despite local, regional and national sentiment that favored not only segregation, but the actual deportation of the Mexican population in the United States.

The case is a testimony of the San Diego Mexican community’s rights and their actions towards equality in education not only for their own children, but for the Mexican population in California and the United States. [Continue reading “The Lemon Grove Incident: The Nation’s First Successful Desegregation Court Case,” San Diego History Journal.]

Recursos Relacionados

Bilingual picture book: Todos Iguales/All Equal: Un corrido de Lemon Grove/A Ballad of Lemon Grove Written and illustrated by Christy Hale. Lee and Low Books.

Film: The Lemon Grove Incident documentary utilizes a unique combination of dramatized scenes, documentary interviews, and historical footage to document the response of the Mexican American community in Lemon Grove, California to the 1930 school board attempt to create a segregated school for the Mexican American children of the district. By Paul Espinosa, Espinosa Productions. 1986. 58 min. Released by KPBS, the film can be viewed in full for free online.

Imagens from the history of the Lemon Grove Incident here.

Ballad “Lemon Grove” composed by Joe DeFilippo and performed by the R.J. Phillips Band, a group of Baltimore musicians.

Recursos Relacionados

Deportations on Trial: Mexican Americans During the Great Depression

Teaching Activity. By Ursula Wolfe-Rocca.
In this role play students analyze who is to blame for the illegal, mass deportations of Mexican Americans and immigrants during the Great Depression.

“A School Year Like No Other”: Eyes on the Prize: “Fighting Back: 1957-1962”

Teaching Activity. By Bill Bigelow. Rethinking Schools.
A companion lesson to the Eyes on the Prize segment on school integration.

Separate Is Never Equal: Sylvia Mendez and Her Family’s Fight for Desegregation

Picture book. By Duncan Tonatiuh. 2014.
Upper elementary school picture-book about the Mendez v. Westminster case to desegregate California schools.

Sylvia & Aki

Book – Historical fiction. By Winifred Conkling. 2011. 160 pages.
Based on the true story of two girls who meet in 1940s California and a landmark lawsuit on education.

Mendez v. Westminster: School Desegregation and Mexican-American Rights

Book – Non-fiction. By Philippa Strum. 2010.
Description of a pre-Brown v. Board desegregation court case involving Mexican-American families.

April 14, 1947: Mendez v. Westminster Court Ruling

When Gonzalo and Felicitas Mendez, two California farmers, sent their children to a local school, their children were told that they would have to go to a separate facility reserved for Mexican American students.

June 5, 1950: The Supreme Court and School Segregation Cases

The Supreme Court ruled in favor of the plaintiffs in three cases that weakened the structure of legalized segregation.

Nov. 21, 1927: Lum v. Rice Supreme Court Ruling

The U.S. Supreme Court ruled that, in the case of nine-year old Chinese-American Martha Lum, her exclusion on account of race from school was justified.

April 23, 1951: 16-Year-Old Barbara Johns Leads a Student Strike

Barbara Johns (16-years-old) led her classmates in a strike to protest the substandard conditions in Prince Edward County, Virginia.


Cost of Living 1931

How Much things cost in 1931
Average Cost of new house $6,790.00
Average wages per year $1,850.00
Cost of a gallon of Gas 10 cents
Average Cost for house rent $18.00 per month
A loaf of Bread 8 cents
A LB of Hamburger Meat 11 cents
Alarm Clock $3.50
New Car Average Price $640.00

Shoulder of Ohio Spring lamb 17 cents per pound Ohio 1932
Dozen Eggs 18 Cents Ohio 1932
Bananas 19 cents for 4 Pounds Ohio 1932
Prices for UK guides in Pounds Sterling
Average House Price 600


1930-1931: The Nghe-Tinh Revolt

The history of the uprising in rural Vietnam, still a French colony, which caused the local government to flee. The workers and peasants in the area then began administrating their affairs themselves before being crushed by the French army.

Strikes grew more frequent in Nam Bo in early 1930 and led to peasant demonstrations in May and June of that year. The focus of reaction to the worsening economic conditions, however, was the Nghe An Province, which had a long history of support for peasant revolts. Plagued by floods, drought, scarcity of land, and colonial exploitation, the people of Nghe An had been supporters of the Can Vuong anti-imperialist resistance movement and the activities of the Vietnamese national liberation leader Phan Boi Chau.

By late 1929, workers had begun organising trade unions and peasant associations in the province. By early 1930, they had established a provincial committee in the provincial capital of Vinh and had begun to found mass organisations throughout Nghe An. French sources reported that by mid-summer 1930 there were about 300 communist organisers in Nghe An and the neighbouring province of Ha Tinh. This figure rose to 1,800 a few months later. The communists helped to mobilise the workers and peasants of Nghe-Tinh, as the two-province area was known, to protest the worsening conditions. Peasant demonstrators demanded a moratorium on the payment of the personal tax and a return of village communal lands that were in the hands of wealthy landowners.

When the demands were ignored, demonstrations turned to riots: government buildings, manor houses, and markets were looted and burned, and tax rolls were destroyed. Some village notables joined in the uprisings or refused to suppress them. Local officials fled, and government authority rapidly disintegrated. In some of the districts, the communists helped organise the people into local village associations called soviets. The soviets, formed by calling a meeting of village residents at the local dinh, elected a ruling committee to annul taxes, lower rents, distribute excess rice to the needy, and organise the seizure of communal land confiscated by the wealthy. Village militias were formed, usually armed only with sticks, spears, and knives.

By September the French had realised the seriousness of the situation and brought in Foreign Legion troops to suppress the rebellion. On September 9, French planes bombed a column of thousands of peasants headed toward the provincial capital. Security forces rounded up all those suspected of being communists or of being involved in the rebellion, staged executions, and conducted punitive raids on rebellious villages.

By early 1931, all of the soviets had been forced to surrender. Of the more than 1,000 arrested, 400 were given long prison sentences, and 80, including some of the party leaders, were executed. With the aid of other Asian colonial authorities, Vietnamese communists in Singapore, China, and Hong Kong were also arrested.


CAUSATION

The ultimate cause of the 1931 Central China Flood lay in the long-term interaction between human communities and river basins. Flooding was a perennial problem faced by those living in the Yangzi region. Having occupied alluvial and lacustrian plains, agriculturalists exacerbated the natural risk of inundation by transforming the landscape. Excessive deforestation, wetland reclamation, and the over-extension of river dyke networks transformed regular flood pulses, which were an integral feature of the fluvial ecosystem, into destructive inundations, which wrought chaos upon human communities. Under favourable meteorological and political conditions the human management of river systems gave rise to a thriving agricultural economy and stable society.[2] During periods of excessive rainfall and poor hydraulic governance, however, rising water and neglected dykes allowed rivers and lakes to reclaim the plains that had been occupied by human beings. [3]

Throughout the second millennium CE, the Middle Yangzi province of Hubei witnessed a repetitive pattern of growth and collapse, described by Pierre-Étienne Will as a “hydraulic cycle.”[4] Later Peter Perdue identified a similar developmental pattern in neighbouring Hunan during the Ming and Qing dynasties.[5] At the beginning of this cycle, increased expenditure on dyke networks offered communities protection from flooding, thereby facilitating widespread agricultural and economic expansion. As growth surpassed the limits of sustainability, the dyke network struggled to withstand the increased pressure. Eventually the region descended into hydraulic crisis, with low-level water control problems being punctuated by catastrophic flood disasters. These periodic crises only began to abate when the state once again began to invest in the dyke network, thereby beginning the hydraulic cycle anew.

A Dyke Breach During the 1931 Flood

Source: The Report of the National Flood Relief Commission (Accessed at www.archive.org)

The 1931 flood formed part of a hydraulic crisis that had been unfolding in the Yangzi basin since the early nineteenth century. Although partly the result of unsustainable patterns of agricultural expansion, Zhang Jiayan argues that this crisis also reflected the entrenched political and economic difficulties experienced by governments during the late Qing and early Republic (1800s to 1928). During this period, revenue intended for the construction and maintenance of the dykes was often embezzled or redirected for military spending.[6] This combination of unsustainable growth and systemic neglect culminated in a series of catastrophic floods, which struck the Yangzi basin throughout the nineteenth and early twentieth centuries.

Whilst the roots of the 1931 flood lay in a slowly unfolding pattern of environmental history, the proximate cause of the disaster was extremely high levels of precipitation. The winter of 1930-1931 had been particularly harsh, leaving large deposits of snow and ice in the upper catchments of rivers. These frozen reservoirs melted in the spring and merged with unusually heavy rains, engorging rivers and lakes and raising the water table. [7] In the summer China experienced an extremely powerful East Asian Monsoon. This may have been the result of the El Niño Southern Oscillation.[8] In an average year the Yangzi basin could expect two cyclonic storms in 1931 there were seven in July alone. These storms dumped the equivalent of one and a half times the average annual volume of precipitation in a single month. [9] Even well maintained dykes would have struggled to cope with this huge deluge. The neglected hydraulic defences that protected human communities living alongside the Yangzi and Huai Rivers stood little chance. The catastrophic flood that struck China in the summer of 1931 was neither a natural nor a human-made disaster – it was both.


Aniversários na História

Birthdays 1 - 100 do 304

    Siddig El Nigoumi, ceramicist Toshiki Kaifu, premier of Japan (1989-91) Adi Lady Lala Mara, First Lady of Fiji (d. 2004) Sir William Deane, Governor-General of Australia 1996-2001 Joan Coxsedge, Australian politician, born in Ballarat, Australia E. L. Doctorow, American author (Ragtime, Billy Bathgate), born in The Bronx, New York (d. 2015) Mack Mattingly, American diplomat and politician (Sen-R-Georgia, 1981-86), born in Anderson, Indiana Algis Budrys, Lithuanian-American sci-fi author (Man of Earth), born in Kaliningrad, Russia (d. 2008) Alex Boraine, South Africa politician, born in Cape Town, South Africa Ron Galella, American celebrity photographer (sued by Jackie O), born in NYC, New York Peter Barnes, English writer, born in Manchester, United Kingdom (d. 2004) Betty Churcher, director of the National Gallery of Australia Frank Costigan, Australian lawyer, born in Melbourne, Australia (d. 2009) Derek Meddings, British special effects technician, born in St. Pancras, London (d. 1995) Johannes Rau, German politician, born in Wuppertal, Germany (d. 2006) Douglas Wilder, American politician, Governor of Virginia (1990-94), 1st African American Governor since Reconstruction, born in Richmond, Virginia Ron Packard, (Rep-R-CA, 1983- ) Sawako Ariyoshi, Japanese writer (Compound Pollution, Doctor's Wife), born in Wakayama, Japan (d. 1984) Paavo Haavikko, Finnish poet & writer, born in Helsiniki, Finland (d. 2008) Mordecai Richler, Montreal author, (Apprenticeship of Duddy Kravitz) Nigel Vinson, British Lord and inventor, born in Kent, England Ronald "Buster" Edwards, British Great Train Robber turned flower-seller, born in London (d. 1994) Timothy Kitson, British politician Shirley Hazzard, Australian-born author (Transit of Venus), born in Sydney, Australia (d. 2016) Stewart McKinney, American politician (Rep-R-CT, 1971- ), born in Pittsburgh, Pennsylvania (d. 1987) John Crosbie, Canadian politician, born in St. John's, Canada (d. 2020) Allan W. Eckert, American historian, naturalist, and author, born in Buffalo, New York Jean Burroughs, educationalist Nicholas Gordon Lennox, diplomat

Boris Yeltsin

Feb 1 Boris Yeltsin, Russian politician and President of Russian Federation (1991-1999), born in Butka, Sverdlovsk, (d. 2007)

    Mark Richmond, CEO (Science & Engineering Research Council) Dries van Agt, Dutch Prime Minister (CDA, 1977-82), born in Geldrop, Netherlands Judith Viorst, American author Isabel Martínez de Perón [Maria Martinez], wife of Juan Perón and President of Argentina (1974-76), born in La Rioja, Argentina Robert Morris, American sculptor and painter, born in Kansas City, Missouri Thomas Bernhard, Austrian novelist, playwright and poet whose work some describe as "the most significant literary achievement since World War II", born in Heerlen, Netherlands (d. 1989) Constance A Morella, (Rep-R-Maryland) Janwillem van de Wetering, Dutch author W K Reid, British ombudsman Alfred Kolleritsch, Austrian writer, born in Eichfeld George E Sangmeister, (Rep-D-Illinois) Johnny Hart, American cartoonist (B.C., Wizard of Id), born in Endicott, New York (d. 2007) Maxwell Thurman, American General Swraj Paul, Indian/British industrial/multi-millionaire (Caparo)

Toni Morrison

Feb 18 Toni Morrison [Chloe Anthony Wofford], American writer (Tar Baby, Beloved, Song of Solomon), first African American woman to win a Nobel Prize (2010), born in Lorain, Ohio (d. 2019)

    Tom Wesselmann, American collage artist and sculptor (Great American Nudes) (d. 2004) Inge Bernstein, British judge Lev Vasilyevich Vorobyov, Russian cosmonaut Maezumi Hakuyu Taizan Koun, teacher Rinzai/Soto lines of Zen Buddhism Marta Marzotto, Italian countess and designer, born in Reggio Emilia (d. 2016) Edward Kellett-Bowman, British MEP J R Stephenson, Lt-col/secretary (MCC) Andrew Sloan, Chief Constable (Strathcourt) Gustav Thoni, Italian skier (World Cup-1971, 72, 73, 75) Jack Thieuloy, French writer, born in Beaucaire (d. 1996) Iajuddin Ahmed, Bikrampur, British Raj, President (Bangladesh, 2002-2009), (d. 2012) Duane Graveline, doctor and astronaut, born in Newport Vermont (d. 2016)

Mikhail Gorbachev

Mar 2 Mikhail Gorbachev, General Secretary of the Communist Party of the Soviet Union (1985-91), born in Stavropol, Russia


About this Conflict Summary

This conflict summary was commissioned by the International Center on Nonviolent Conflict (ICNC). We are an educational organization dedicated to developing and sharing knowledge related to nonviolent civil resistance movements for human rights, freedom, and justice around the world. Learn more about our work here.

Hundreds of past and present cases of nonviolent civil resistance exist. To make these cases more accessible, ICNC compiled summaries of some of them between the years 2009-2011. You can find these summaries here. Each summary aims to provide a clear perspective on the role that nonviolent civil resistance has played or is playing in a particular case. They are authored by people who have expertise in a particular region of the world and/or expertise in the field of civil resistance. Each author speaks with his/her own voice, and conflict summaries do not necessarily reflect the views of ICNC.

For a wide range of resources on civil resistance, visit ICNC’s Resource Library, which features resources on civil resistance in English and over 65 other languages.

To support scholars and educators who are designing curricula and teaching this subject, we also offer an Academic Online Curriculum (AOC), which is a free, extensive, and regularly updated online resource with over 40 different modules on civil resistance topics and case studies.


Assista o vídeo: As Aparições de Nossa senhora das Lágrimas e Jesus Manietado em Campinas 1930, 1931 (Novembro 2021).